https://radiomixlimeira.com.br/feed/

Vacinação infantil contra Covid-19 começa em janeiro, diz Ministério

As crianças de 5 a 11 anos de idade serão vacinadas contra a Covid-19, no Brasil, a partir de janeiro. De acordo com informações divulgadas nesta segunda-feira (27), pelo gabinete do ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, a imunização desse grupo vai começar após a conclusão da consulta pública aberta no dia 23 de dezembro.

A vacinação dessa faixa etária foi autorizada pela Anvisa no dia 16 de dezembro, após relatórios técnicos apontarem que o imunizante da Pfizer é seguro e eficaz para o público infantil. Mas, as doses que já estão no Brasil não podem ser usadas em crianças. A vacina de uso pediátrico tem fórmula diferente. De acordo com o Ministério da Saúde, não será necessário firmar novos contratos com a Pfizer. Isso porque os acordos em vigor já preveem a substituição do imunizante.

Inicialmente, o ministério orientou que a vacinação em crianças de 5 a 11 anos só ocorresse com a apresentação de pedido médico, recomendação contrária à do Conselho Nacional dos Secretários de Saúde, que incentiva a vacinação sem esse tipo de exigência. 

Além da aprovação da Pfizer para crianças, a Anvisa avalia, agora, documentos enviados pelo Instituto Butantan. Os pesquisadores pedem autorização para aplicar a vacina CoronaVac no público a partir de 3 anos de idade.

O ministro do Supremo Tribunal Federa (STF), Ricardo Lewandowski, havia determinado que o governo apresente informações operacionais sobre a vacinação de crianças até o dia 5 de janeiro.


ESTADO DE SÃO PAULO

O Governo de São Paulo começou a imprimir a carteira de vacinação contra a Covid para crianças de 5 a 11 anos. A informação foi divulgada pela Secretaria de Comunicação nesta segunda-feira (27).

A previsão é que sejam impressas 4,5 milhões de unidades da carteirinha, que terá as bordas com a cor amarela e a hashtag #VacinaJá com letras coloridas, diferente do modelo verde para os adultos e adolescentes.

Nas redes sociais, o governador João Doria (PSDB) afirmou que para iniciar a vacinação no público em questão, “aguarda a aprovação da Coronavac pela Anvisa ou importação da vacina [pediátrica] da Pfizer pelo Governo Federal”.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.