https://radiomixlimeira.com.br/feed/

Polícia pede mais prazo para concluir inquérito sobre Capitólio

Reprodução

Oito pessoas morreram no acidente em Capitólio após uma estrutura rochosa desabar sobre embarcações com turistas na região dos cânions, no Estado de Minas Gerais, na tarde do último sábado, 8 de janeiro de 2022. Outras duas pessoas seguem desaparecidas.

O secretário Nacional de Proteção e Defesa Civil, do Ministério do Desenvolvimento Regional, coronel Alexandre Lucas, disse, em entrevista à CNN, que o mapeamento e monitoramento de riscos é uma responsabilidade municipal.

O Estado é atingido por fortes temporais desde o final do ano passado e o tempo estava instável quando ocorreu o acidente. Momentos antes do desastre natural, foi feito um alerta pela Defesa Civil de Minas. No Twitter, o órgão chamou a atenção para o perigo de “cabeça d’água” na região e pediu que o público evitasse cachoeiras no período de chuvas.

No dia anterior, a Defesa Civil Nacional já havia previsto um grande volume de chuva para as cidades do oeste de Minas Gerais, de acordo com o jornal O Estado de S.Paulo. O alerta era de nível vermelho.

Fonte : R7

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.