https://radiomixlimeira.com.br/feed/

Pela primeira vez desde o início da pandemia, Limeira zera internações por Covid-19

Foto: Adilson Silveira/Prefeitura de Limeira

A Prefeitura de Limeira (SP) informou ontem (27) que, pela primeira vez desde o início da pandemia, a cidade não tem internados com Covid-19 – ou seja, de acordo com administração, tanto na Unidade de Terapia Intensiva (UTI), quanto nos leitos de enfermaria, não há pacientes com Covid-19.

A Secretaria de Saúde informou ainda que a situação das internações gerais, de outras enfermidades, na última média móvel, é de 62,6% dos leitos de UTI e de 56% dos leitos de enfermaria. A ocupação total é de 57,6%.

Em meio ao maior pico da pandemia, a cidade chegou a ter 100% dos leitos de UTI para Covid-19 ocupados em março deste ano. Eram 149 pacientes internados nos hospitais. Limeira também teve todos os leitos da Unidade de Referência do Coronavírus (URC) ocupados em maio. Na época, eram 40 pessoas internadas em UTI, 48 em enfermaria e 17 em suporte ventilatório.

BOLETIM SEMANAL

Na atualização do boletim de Covid-19, que ocorre semanalmente, a prefeitura informou que uma nova morte foi registrada, de um homem de 65 anos. Com ele, o total de óbitos confirmados em Limeira é de 1,2 mil. Não há mortes suspeitas.

Na última semana, foram confirmados 17 casos de coronavírus, totalizando 49.260 pessoas diagnosticadas com a doença. Desse total, 48.060 pessoas estão recuperadas.

VACINAÇÃO

Ainda segundo o balanço da prefeitura, 530.264 vacinas contra a Covid-19 foram aplicadas em Limeira: 250.103 da primeira dose, 224.814 da segunda, 8.167 doses únicas e 47.180 doses adicionais.

Com base na população geral, estimada em 2021 pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), Limeira tem 80,5% da população vacinada com a primeira dose e 75%, com o esquema completo.

Também de acordo com a Secretaria de Saúde, considerando somente a população estimada maior de 12 anos (260.783) – público-alvo da campanha de vacinação –, Limeira já atingiu 95,9% das pessoas imunizadas com a primeira dose e 89,3%, com o ciclo vacinal completo.

*Com informações de G1

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.