https://radiomixlimeira.com.br/feed/

Manifestantes invadem delegacia em Minneapolis

Minneapolis enfrentou mais uma noite de distúrbios, a terceira seguida. Grupos invadiram uma delegacia nesta quinta-feira (28). Os manifestantes também incendiaram carros, imóveis e ainda há registros de saques e vandalismo. Os protestos se tornaram violentos em resposta a morte de um homem negro, George Floyd, na segunda-feira (25), sob custódia da polícia.

Policiais tentaram segurar o ataque enfurecido dos manifestantes, com saraivadas de tiros de balas de borracha.

Os bombeiros informaram que foram chamados para apagar incêndios em 16 locais diferentes entre quarta (27) e esta quinta.

O presidente Donald Trump, no Twitter, disse que enviará as tropas da Guarda Nacional e “fará o trabalho da maneira certa” se o prefeito Jacob Frey não conseguir controlar a cidade. “Qualquer dificuldade e assumiremos o controle”, escreveu ele em uma rede social.

A Guarda Nacional de Minnesota disse que “ativou” mais de 500 soldados para ajudar as autoridades locais, e principalmente os bombeiros, em Minneapolis, St. Paul e arredores.

Morte de George Floyd

Os distúrbios começaram depois que, na segunda-feira (25), a polícia tentou prender Floyd do lado de fora de um supermercado de Minneapolis, porque ele era suspeito de ter feito compras com notas falsas. Um espectador gravou a abordagem da polícia. Um policial se ajoelhou no pescoço de Floyd por quase oito minutos, enquanto ele se queixava de que não conseguia respirar – ele depois morreu.

O Ministério Público dos EUA e o FBI em Minneapolis disseram que estavam conduzindo “investigação criminal robusta” sobre a morte de Floyd.

Policial foi filmado com o joelho sobre o pescoço de George Floyd — Foto: AFP/Facebook / Darnella Frazier

por:https://g1.globo.com/

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.