https://radiomixlimeira.com.br/feed/

Herdeiros poderão consultar e resgatar dinheiro esquecido 

As famílias e herdeiros de correntistas que morreram também poderão localizar e resgatar valores esquecidos em instituições financeiras. Segundo o Banco Central, nos próximos dias serão divulgados os procedimentos a serem seguidos por terceiros legalmente autorizados que querem pedir o saque de valores. A orientação valerá para herdeiros, procuradores, tutores, curadores, inventariantes e responsáveis por menores não emancipados.

O SVR (Sistema de Valores a Receber) começou a funcionar no fim da noite de domingo (13) no site valoresareceber.bcb.gov.br e já havia superado 66 milhões de visitas até as 18h desta terça-feira (15). 

Para fazer a consulta, basta digitar o CPF ou o CNPJ e a data de nascimento para saber se existem saldos residuais a serem sacados. A primeira etapa da consulta, em que o sistema informa se existem valores a receber, pode ser feita digitando o CPF da pessoa falecida.

Já a segunda etapa, em que a quantia disponível é revelada para pedir o resgate, não pode ser realizada ainda, porque exige login prata ou ouro no portal Gov.br, no nome do titular da conta. O Banco Central poderá adotar procedimentos simplificados para reaver o dinheiro.

Resgate dos valores

Os valores a receber serão conhecidos apenas no momento do resgate, que foi escalonado em três grupos para evitar uma corrida bancária. A estimativa do Banco Central é de que haja um total de R$ 8 bilhões a serem recuperados, dos quais R$ 3,9 bilhões devem ser liberados nesta primeira etapa, para mais de 28 milhões de cidadãos e empresas.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.