Governo de SP deve anunciar fase vermelha por 15 dias no estado

O governo paulista deve anunciar nesta quarta-feira (3) a classificação de todas as regiões na fase vermelha do Plano São Paulo, que passará a valer a partir de sexta-feira (5). A medida é uma resposta à intensificação da pandemia de covid-19. Os detalhes foram discutidos pela cúpula do governo estadual e por membros do Centro de Contingência contra o Coronavírus na última terça-feira (2).

Nesta fase, funcionam somente os serviços considerados essenciais, como farmácias, supermercados e padarias, açougues, postos de combustíveis, lavanderias, meios de transportes, oficinas de veículos, atividades religiosas, hoteis, pousadas, bancos, pet shops e serviços de entrega.

O atendimento presencial em restaurantes, comércios e lanchonetes fica proibido, mas os serviços de entrega podem funcionar normalmente. Shopping centers, academias, salões de beleza e barbearias também não podem abrir. Eventos, convenções e atividades culturais presenciais estão proibidas.

O estado chegou a adotar medidas de restrições como toque de restrição para impedir o funcionamento de festas e eventos a partir das 23h. Além disso, a fase vermelha também já havia sido adotada para conter a disseminação do vírus das 22h às 6h. Apesar das medidas, os números de internações continuaram a crescer e hoje diversos municípios do interior, como Araraquara e Mogi Guaçu, adotaram medidas de lockdown mais rídigas.

Por: R7

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *