https://radiomixlimeira.com.br/feed/

Crianças de 4 anos fora da escola estão na mira da Secretaria de Educação

A Prefeitura de Limeira, por meio da Secretaria de Educação, fará a busca-ativa de crianças que completaram 4 anos até 31 de março e que estão fora da escola. Trata-se de uma ação sistemática do município, em parceria com o Governo Estadual, visando universalizar o acesso à pré-escola. A pasta não tem estimativa de crianças nessa condição. Esse trabalho inicia-se no dia 28 e segue até 31 de janeiro do ano que vem. 


Além das crianças, a iniciativa também irá identificar jovens e adultos que não concluíram a primeira etapa do ensino fundamental, que vai até o quinto ano. Para colocar em prática a ação, todas as unidades escolares receberão material informativo, que será encaminhado às famílias dos estudantes e à comunidade escolar. Postagens também serão publicadas nas redes sociais da secretaria e da prefeitura. 


Segundo a chefe de Serviço Social da Secretaria de Educação, Maria Helvira Arantes Andrade, há diversas razões para que as crianças estejam fora da escola. Ela cita a distância das unidades, a falta de interesse dos pais e a vulnerabilidade social das famílias, este último fator, conforme ela, agravou-se com a pandemia de coronavírus. 


No entanto, Helvira alerta para a obrigação das famílias matricularem as crianças na educação infantil a partir dos 4 anos. A questão é regulada pela Lei Nº 12.796 de 2013. Atualmente, 2.738 crianças nessa faixa etária frequentam as escolas mantidas pela prefeitura. Ela esclarece que, nessa fase, o currículo escolar prevê o desenvolvimento social, cognitivo e emocional, além de trabalhar com as bases para alfabetização das crianças. E destaca, ainda, que “o prejuízo aos estudantes não matriculados na rede municipal ou que não realizam atividades remotas e nem presenciais é grande”. 


Em relação aos jovens e adultos, ela observa que a ação de busca ativa já proporcionou a abertura de salas de aula da Educação de Jovens e Adultos (EJA) em quatro pontos da cidade, são elas: “Maria Ap. de Luca Moore”, “Láercio Corte”, “Limeira” e “Governador Mário Covas”. “Este trabalho tem como objetivo contribuir para a garantia do direito à educação de toda a população limeirense”, enfatizou Helvira. “É importante ressaltar que, por meio da educação de qualidade, é possível alavancar o desenvolvimento da cidade, e ao mesmo tempo, melhorar a condição de vida das famílias”, completou.


Texto: Cibele Gianechini – jornalista

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.