Comércio e shoppings registram filas apesar de alto risco de contágio de Covid-19; 33 estabelecimentos são notificados

Desde a flexibilização da quarentena e reabertura de estabelecimentos, no dia 1º de junho, autorizada pelo Plano São Paulo do governo estadual, o fluxo de pessoas no comércio e em shoppings de Limeira tem sido intenso, principalmente na região central.

O horário de funcionamento ficou a critério dos proprietários das lojas, com a restrição de se limitar a quatro horas diárias. As quatro horas ininterruptas devem ser escolhidas pelos lojistas entre às 9h e 18h. O responsável pelo estabelecimento indica o intervalo escolhido em formulário no site da Prefeitura: www.limeira.sp.gov.br/certificado. Em caso de interesse do consumidor, é preciso consultar o estabelecimento pretendido para saber qual o horário de funcionamento escolhido.

Para os shoppings, a autorização de horário segue o mesmo molde, sendo que as praças de alimentação não permitem consumo no local. Os horários definidos ficaram da seguinte maneira:
– Shopping Nações (Limeira-Piracicaba): 12h às 16h;
– Shopping Pátio (Centro): 13h às 17h;
– Limeira Shopping (Egisto Ragazzo): 14h às 18h.

O horário reduzido foi uma tentativa dos governos estadual e municipais de desencorajar a ampla circulação de pessoas. No entanto, a ideia pode ter tido o efeito contrário do esperado: com o horário restrito, mais pessoas têm procurado os comércios ao mesmo tempo. Em Limeira, aglomerações em portas de lojas já geram notificações aos lojistas.

👮‍♂️ FISCALIZAÇÃO
Uma operação de fiscalização do comércio no último sábado (6) deixou 33 estabelecimentos notificados por conta de aglomerações na área externa das lojas. A ação é dos departamentos de Fiscalização de Posturas, Vigilância Sanitária e Tributário, com objetivo de verificar se os comércios têm respeitado as regras de flexibilização.

De acordo com os fiscais, mesmo com a demarcação de solo para a distância mínima entre as pessoas nas filas, os munícipes que compareceram nas lojas não respeitaram os limites. Dessa forma, os proprietários foram notificados e orientados a deixar um funcionário em área externa para organizar as filas e instruir a população para evitar aglomerações.

A fiscalização segue nos estabelecimentos que podem abrir na região central. Na sequência, depois que todo o Centro for orientado, a fiscalização é realizada nos comércios localizados nos bairros e principais avenidas da cidade. A ação tem apoio da Guarda Civil Municipal (GCM).

📈 QUADRO MUNICIPAL
A transmissão da Covid-19 ocorre de uma pessoa doente para outra através da dispersão pelo ar de gotículas contaminadas. Por isso, os munícipes que precisarem ir até estabelecimentos comercias devem respeitar a distância de 1,5 m e fazer uso de máscara e álcool em gel, além de observar a situação do coronavírus na cidade e só sair em caso de necessidade.

Limeira contabiliza, até o momento, 334 casos confirmados, 15 óbitos e 493 pessoas aguardando resultado de testes – há ainda uma morte suspeita. Somente na última semana, foram somados 118 novos casos ao quadro. O ápice da curva de contaminação é esperado no município para final de junho e começo de julho. Atualmente a taxa de ocupação da Unidade Referência Coronavírus (URC), entre leitos clínicos e de UTI, é de 61,8%.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *