https://radiomixlimeira.com.br/feed/

Câmeras detectam veículos roubados, clonados e ligados ao tráfico em Piracicaba


Carros apreendidos foram Citroën C3, Saveiro, HB20 e Pegeout; duas pessoas foram detidas Pegeout 208 Allure clonado foi abordado após ser flagrado por uma das câmeras LAP
Eleni Destro/ Prefeitura de Piracicaba
As câmeras para leitura automática de placas (LAP) instaladas em Piracicaba (SP) detectaram os primeiros veículos ligados a crimes, entre elas furto e clonagem. Duas pessoas foram detidas com o auxílio da tecnologia. As informações são da prefeitura.
As LAP, que têm a tecnologia OCR (Optical Character Recognition ou reconhecimento óptico de caracteres), estão em 40 faixas de rolamento em 19 cruzamentos da cidade, locais escolhidos estrategicamente pela Guarda Civil e Polícia Militar.
O monitoramento é feito pela Secretaria Municipal de Trânsito e Transportes (Semuttran), por meio da Central Integrada de Monitoramento e Mobilidade (CIMM).
Três ocorrências foram registradas no mês de abril. Foram identificados um Citroën C3, que era utilizado na prática de furto e tráfico de entorpecentes; uma pick-up VW Saveiro, produto de furto, cujo motorista foi detido, além de um HB20 clonado, furtado em Cubatão, com o condutor também preso por receptação.
CIMM, onde é feito o monitoramento das câmeras, fica no segundo andar da Prefeitura
Eleni Destro/ Prefeitura de Piracicaba
Os equipamentos que fizeram a identificação estão instalados no Centro, Bosques do Lenheiro e Vila Sônia, respectivamente.
Nesta terça-feira (12), uma equipe da Ronda Ostensiva Municipal (Romu), da Guarda Civil Municipal, abordou o condutor de um Pegeout 208 Allure branco, com placas de Campinas. Durante a abordagem, foi constatado que o veículo era um dublê.
O veículo foi fotografado quando passava pela câmera existente na avenida Limeira, em frente ao Shopping Piracicaba. O motorista do veículo foi conduzido ao Plantão Policial, liberado e o veículo apreendido para perícia.
Em operação desde abril
A instalação dos equipamentos foi concluída pela Prefeitura em fevereiro e a PM iniciou a captação das imagens em abril, segundo a Secretaria de Segurança Pública. Com a ajuda desses equipamentos, veículos furtados ou com outras ocorrências registradas são automaticamente reconhecidos quando passam por um desses locais.
A placa é fotografada e a imagem enviada em tempo real para o Copom da PM e para o sistema Detecta, que tem um banco de dados com todas as placas de veículos furtados.
O custo na instalação das câmeras foi de R$ 768,8 mil, e mais R$ 480 mil na revitalização da Central Integrada de Monitoramento e Mobilidade, instalada no segundo andar do prédio do Centro Cívico.
Veja mais notícias da região no G1 Piracicaba