https://radiomixlimeira.com.br/feed/

BALANÇO: Após reajuste nas refinarias, combustíveis registraram forte alta nas bombas na semana passada

Foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil

Os preços dos combustíveis continuam subindo nas bombas de todo o Brasil. Na semana passada, os reajustes vieram de forma intensa. De acordo com monitoramento da Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP), o litro da gasolina comum, que custou em média R$ 6,36 na terceira semana de outubro, saltou para R$ 6,56 na última semana do mês – 20 centavos a mais.

Esse é o preço médio apurado considerando os mais de 4,6 mil postos consultados no período. Tem motorista pagando bem mais. A ANP encontrou postos cobrando mais de R$ 7,00 o litro da gasolina comum entre os dias 24 e 30 de outubro nas cinco regiões do país, sendo o maior preço encontrado no Rio Grande do Sul: R$ 7,89 o litro.

Etanol e diesel também variaram nas bombas na passagem da terceira para a quarta e última semana de outubro. O preço médio do litro do etanol também subiu 20 centavos: saltou de R$ 4,87 para 5,07; e o litro médio do diesel aumentou mais ainda: foi de R$ 4,98 para R$ 5,21.

O forte aumento dos preços dos combustíveis nas bombas na semana passada veio após o último reajuste dos preços da gasolina e do diesel nas refinarias da Petrobras. No último dia 26, o preço médio do litro da gasolina para as distribuidoras passou de R$ 2,98 para R$ 3,19; e o valor do litro do diesel aumentou de R$ 3,06 para R$ 3,34.

Sempre que a Petrobras ajusta o preço de venda às distribuidoras, os custos mais altos acabam rapidamente chegando também ao consumidor final.

⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀
*Com informações da Agência Rádio 2

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.