https://radiomixlimeira.com.br/feed/

Após cinco dias de espera por leito de UTI, pedreiro morre de Covid-19 em Santa Bárbara d’Oeste


Pedreiro estava internado desde a sexta (5) com quadro grave. Prefeitura disse que, quando surgiu vaga, paciente estava sem condições médicas de transferência. Após 5 dias de espera por leito de UTI, homem morre de Covid-19 em Santa Bárbara d’Oeste
Morreu na tarde desta quarta-feira (17) um pedreiro de 57 anos, de Santa Bárbara d’Oeste (SP), que foi diagnosticado com Covid-19 e aguardava há cinco dias por um leito de UTI na cidade. A denúncia sobre a falta de vaga foi feita pela filha do pedreiro, que gravou um vídeo pedindo ajuda.
Segundo um parente, a morte ocorreu por volta das 15h30. O corpo ficou aos cuidados da Funerária Araújo e ainda não havia informações sobre velório ou enterro na última atualização desta reportagem.
Antes do falecimento, a filha do pedreiro fez uma publicação nas redes sociais onde dizia que o pai aguardava pelo leito de UTI desde a sexta-feira (12), quando ele foi entubado no Pronto-Socorro Edson Mano.
Pedreiro aguarda há cinco dias por leito de UTI em Santa Bárbara d’Oeste
Reprodução/EPTV
Segundo o genro de Vieira, com a demora, a médica do paciente fez na terça-feira (16) uma carta de próprio punho falando da necessidade do leito para que familiares tentassem na Justiça uma liminar.
Na carta, a médica de Vieira explica que ele estava com um quadro de “insuficiência respiratória grave” consequente da Covid, se encontrava com quadro grave, apresentando insuficiência renal e necessitando de internação na UTI.
Pedreiro está internado no Pronto-Socorro Edson Mano em Santa Bárbara d’Oeste
Divulgação/ Prefeitura de Santa Bárbara d’Oeste
Em um vídeo, gravado pela filha dele, Andreza Vieira, ela afirma que eles receberam a informação da vaga que surgiu em outra cidade, mas recebeu uma ligação do médico dizendo que não era possível a transferência. “[O médico] disse que zerou a pressão, eles tiveram que reanimar ele”, relatou.
Sem condição de transferência
Por nota, a Prefeitura de Santa Bárbara afirmou que uma vaga de UTI foi disponibilizada no fim da noite de terça-feira (16) no Hospital Estadual de Sumaré (SP). “O paciente, entretanto, não apresentava condições clínicas para a transferência. Diante disso, seguiu medicado, atendido e monitorado pelas equipes médicas”.
Família de pedreiro luta por vaga de leito de UTI há cinco dias em Santa Bárbara d’ Oeste
Questionada sobre a não transferência enquanto Vieira estava com condição pra isso, a prefeitura disse que o sistema local estava com 100% das vagas ocupadas, e que o município iria fazer a transferência para os novos leitos que estão sendo inaugurados na cidade.
“Na manhã desta quarta-feira (17), a regulação local do município disponibilizou uma vaga em um dos novos leitos de UTI que estão sendo instalados nesta semana no Hospital Santa Bárbara. A transferência será realizada assim que o paciente reunir condições para o procedimento”, informava a nota, antes do falecimento.
“O Município lamenta profundamente o ocorrido. Todos os esforços foram feitos para a liberação da vaga”, comunicou a administração municipal, à tarde, após a morte.
Estrutura
O município dispõe de 15 leitos de UTI – sendo 10 para uso geral e cinco para pacientes com a Covid-19, segundo a prefeitura. Nesta semana estão sendo implantados mais 10 novos leitos de UTI – sendo cinco para uso geral e cinco para Covid-19.
Initial plugin text
Veja mais notícias da região no G1 Piracicaba