https://radiomixlimeira.com.br/feed/

‘Ambulatório Covid’ começa a atender na Policlínica

Foto: Divulgação

O atendimento ambulatorial a pacientes que enfrentam sequelas em decorrência do coronavírus em Limeira passa a funcionar, a partir desta sexta-feira (22), na Policlínica. A unidade fica na Av. Ana Carolina de Barros Levy, 220, no Centro, com horário de atendimento do denominado “Ambulatório Covid” das 7h às 16h.

O “Ambulatório Covid” já operava na Unidade de Referência Coronavírus (URC), no hospital Humanitária. Porém, com o fim do convênio, foi preciso estruturar um novo local para receber adequadamente esses pacientes. Segundo o secretário de Saúde, Vitor Santos, a escolha foi pela Policlínica, sobretudo pela facilidade de acesso atribuída à localização da unidade.

Todos os retornos agendados na URC já estão sendo remarcados na Policlínica.

O serviço da Prefeitura de Limeira proporciona acolhimento e cuidado necessário à recuperação do público-alvo. Isso porque a Covid-19 é uma doença complexa, que exige cuidados não apenas durante o período em que o vírus está ativo no organismo, mas também após a alta hospitalar.

Entre os problemas mais frequentes, a diretora de Urgência e Emergência da pasta, Maria Fernanda Olívio Dionízio, cita disfunções neurológicas e renais, perda de força muscular e da capacidade pulmonar, distúrbios psicológicos, carências nutricionais e até mesmo disfunções de ordem dermatológica, como queda de cabelo.

O atendimento do “Ambulatório Covid” só ocorre por meio de encaminhamento hospitalar ou do Laboratório Municipal – este último, para os pacientes que testarem positivo para a doença. No ambulatório, o usuário será avaliado pelo médico, que identificará as necessidades de tratamento e encaminhará essa pessoa aos especialistas da rede.
⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀

POLICLÍNICA NÃO FAZ DIAGNÓSTICO, APENAS TRATAMENTO:

Maria Fernanda ressalta que, em caso de suspeita de Covid-19, os munícipes devem procurar o quanto antes as unidades de Pronto-Atendimento ou os hospitais, para o diagnóstico precoce da doença.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.