Bolsonaro defende reforma administrativa para remanejar recursos para 'áreas essenciais'

Postado em 12/out/2018

Ele defendeu, em rede social, combate a fraudes em programas sociais para garantir maior renda para os ‘mais necessitados’. ‘Descentralizando recursos, estados e municípios terão maior autonomia financeira para atender as peculiaridades de suas regiões’, acrescentou. O candidato do PSL à Presidência da República, Jair Bolsonaro, afirmou nesta sexta-feira (12), em uma rede social, uma reforma administrativa como forma de reduzir e remanejar “gastos desnecessários” e, assim, destinar mais recursos para áreas consideradas “essenciais”.
“Pretendemos realizar uma reforma administrativa no governo, reduzindo e remanejando gastos desnecessários, destinando recursos para áreas essenciais, combatendo fraudes e possibilitando a melhora de programas sociais, tudo sem custo. Isso é possível com independência e nós temos!”, declarou ele.
Initial plugin text
Bolsonaro avaliou que, ao combater fraudes em programas sociais, sobrarão mais recursos para “garantir maior renda aos mais necessitados”. “Descentralizando recursos, estados e municípios terão maior autonomia financeira para atender as peculiaridades de suas regiões”, acrescentou o candidato.
Ele disse ainda que cortará gastos desnecessários reduzindo o número de estatais e ministérios e indicando, “sem pressões de viés sindicalista, nomes técnicos e capacitados, prezando pela eficiência de cada campo”.
Source: Notícias Política g1

Os comentários estão desativados.