Nuvem de gafanhotos que atinge a Argentina não deve chegar ao Brasil

Uma nuvem de gafanhotos que saiu do Paraguai e chegou à Argentina não deve afetar o Brasil. O Serviço Nacional de Sanidade e Qualidade Agroalimentar do país vizinho alertou o Ministério da Agricultura sobre a proximidade dos insetos com a fronteira brasileira.

No entanto, o monitoramento climático feito por especialistas argentinos apontam que o fenômeno deve seguir em direção ao Uruguai. O enxame se move com altas temperaturas e ventos e, segundo a Somar Meteorologia, há previsão de baixas temperaturas e chuva na região fronteiriça.

A ministra da Agricultura, Tereza Cristina, afirmou que a Pasta emitiu alertas e acompanha a situação. O ministério lembrou que os gafanhotos já causaram perdas às lavouras de arroz do sul do país na primeira metade do século 20.

A praga havia sido controlada e estava em fase isolada desde então. Recentemente, voltou a causar danos na América do Sul, possivelmente por fatores climáticos.

*Com informações da repórter Nanny Cox

por:https://jovempan.com.br/

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *