Litoral de SP adota barreiras para evitar turistas durante ‘megaferiado’

Nina Barbosa/G1

As cidades da Baixada Santista, no litoral de São Paulo, estão adotando medidas de restrições para impedir que turistas venham para a região durante o ‘megaferiado’ na capital paulista. Os municípios pediram apoio ao Governo do Estado de São Paulo e reforçaram os bloqueios nas entradas de cada cidade. A região decidiu não antecipar os feriados de Corpus Christi e da Consciência Negra para esta semana.

Em Santos, a Guarda Civil Municipal (GCM) e a Companhia de Engenharia de Tráfego (CET) informam que a operação de controle de acesso à Cidade será realizada 24 horas por dia neste feriado prolongado e voltada estritamente a turistas – veículo com placas de cidades de fora da Baixada Santista.

Os pontos de controle de acesso foram instalados no Elevado da Alemoa e na Nossa Senhora de Fátima com Ana Santos, fiscalizados pela CET, porque passam muitos caminhões. A GCM permanecerá no ponto de controle de acesso da Martins Fontes, no Saboó. O trabalho conta com o apoio da PM. Já nas balsas, o controle será feito pela Prefeitura de Guarujá.

O critério para parar os carros durante o bloqueio são as placas que não são da cidade, nem da região. Durante a conversa com essas pessoas, quando ficar configurada a vinda para a cidade a passeio, o motorista é orientado a retornar para a sua cidade. Essas medidas continuarão sendo adotadas enquanto a quarentena estiver em vigor.

A Prefeitura de São Vicente, por meio da Secretaria de Trânsito e Transportes (Setrans), informou que devido à antecipação de feriados na Cidade de São Paulo montará esquema especial de bloqueio nos pontos de acesso à Cidade desta quarta-feira (16) até segunda-feira (25). A ação acontecerá na altura dos quilômetros 65 e 66 da Rodovia dos Imigrantes.

Durante a ação, os motoristas são orientados sobre a necessidade do isolamento social. Essa orientação também é repassada para quem chega de outros municípios de fora do litoral, sendo que, nesses casos, as equipes informam sobre as restrições adotadas, como interrupção dos serviços de hotéis, pousadas e afins; restrição às praias; fechamento do comércio; entre outros.

informações : https://g1.globo.com/

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *