FEMINICÍDIO: Homem se esconde em porta-malas e mata ex-esposa a facadas em Limeira

A jovem Micheli de Paiva Lima Goulart, de 24 anos, foi morta pelo ex-marido a facadas nesta madrugada (20) no Bairro dos Loiolas, área rural de Limeira. O homem teria se escondido no porta-malas de um carro para cometer o crime e está foragido.A vítima estava em uma festa com uma amiga, L.J., de 39 anos, que foi encontrada posteriormente por policiais no local do crime, muito nervosa e com as mãos ensaguentadas. Ela relatou que deixou o evento junto com a vítima e ambas se dirigiram ao veículo Corsa, estacionado nas proximidades. Então foram surpreendidas pelo ex-marido de Micheli, que estava escondido no porta-malas.Segundo a testemunha, o autor A.S.R.S., de 38 anos, desferiu várias facadas no pescoço da vítima. Ele começou a se distanciar, mas depois que a jovem gritou por socorro, voltou e desferiu mais facadas. A amiga da jovem chegou a tentar tirar o homem de cima da vítima. Porém, ele teria continuado em sua intenção, a empurrando e golpeando a ex-esposa com faca.No momento, ainda, a amiga fez uma ligação para a mãe da jovem, de 42 anos, para pedir socorro. A genitora informou que presenciou o feminicídio da própria filha do outro lado da linha telefônica, ouvindo os gritos da vítima, do autor e da amiga. Ela informou que chegou a ouvir o homem dizer que a jovem era o “amor de sua vida” e que se ela não morresse naquele momento, “voltaria para terminar isso”.O Samu (Serviço de Atendimento Móvel de Urgência) foi acionado até o local, mas não houve o que fazer. Foram constatadas cerca de 20 facadas no pescoço da mulher. O corpo de Micheli foi removido pela funerária de plantão e encaminhado ao Instituto Médico Legal (IML) de Limeira.Depois da comunicação da ocorrência, uma equipe do Batalhão de Ações Especiais de Polícia (Baep) se deslocou até a casa de um sobrinho, de 24 anos, do autor, que teria sido visto no local da festa. Ele cedeu o aparelho celular para análise.A equipe de plantão ainda promoveu buscas pela região dos Loiolas que duraram cerca de três horas, no decorrer da madrugada. O autor não foi encontrado e segue foragido. O caso foi registrado como homicídio qualificado, tipificado como feminicídio⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀HISTÓRICO DE AMEAÇASA família da vítima esteve no plantão policial. A mãe da jovem informou que na semana passada o ex-marido de Micheli havia adicionado imagens em seu status do WhatsApp com os dizeres “Bom dia, hoje decidi que vou acabar com tudo, já que é assim” e “É bem assim né [com duas lâminas cruzadas]” (⚔️). A mãe disse que a filha não acreditava nas ameaças do autor e nunca chegou a registrar ocorrência.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *